Novidades

E o Óscar vai para os intérpretes! Curioso sobre como é a tradução simultânea nesse evento? Nós contamos

21 de fevereiro de 2020

Ver a transmissão do Oscar ao vivo e pela TV traz o conforto para o telespectador de entender tudo através da tradução simultânea. Enquanto artistas apresentam uma das premiações mais esperadas e prestigiadas do ano, o intérprete de idiomas está traduzindo para o público de casa tudo o que é dito. Mesmo assim, o evento dá margem para críticas negativas sobre o trabalho desse profissional, além de surgirem algumas dúvidas a respeito da profissão.

Mas, de forma alguma, se a tradução não agrada os telespectadores não é devido à falta de experiência dos intérpretes. Existem vários pontos, que podemos de chamar de empecilhos, que atrapalham a tradução simultânea em um evento como Oscar e demais premiações estadunidenses, sejam premiações cinematográficas ou referentes à indústria musical. 

Ficou curioso para saber como funciona o Oscar do ponto de vista de um intérprete? Acompanhe o texto e confira!

Quais os empecilhos do Óscar para a tradução simultânea?

Se você quiser o resumo dessa resposta, basta dizer: referência. Sim, a grande quantidade de referência no discurso e apresentação é o que “trava” o trabalho do intérprete. 

Mas referência ao que? A muitas coisas, a principal delas é a referência local, que também dão margem para as piadas e trocadilhos dentro do contexto do país. Além dessa, existem as referências cinematográficas e as fofocas dos mundos dos famosos, que muitas vezes não chega ao público brasileiro. 

Entenda mais sobre cada uma delas:

Referência local

As apresentações do Oscar são famosas por serem carregadas de humor. Esse humor, na maioria das vezes, faz referências a assuntos culturais dos EUA, seja comportamento, ou situações históricas e atuais. Para quem está inserido nesse contexto, é fácil entender a piada. Mas para quem vê de fora, como é o caso dos brasileiros, as piadas acabam não fazendo sentido. 

Sendo mais específico, as piadas acabam citando personalidades estadunidenses, como políticos, esportistas e celebridades. Mesmo com as informações globalizadas como são hoje em dia, não é o mesmo que viver no contexto. 

Você pode comparar isso pegando qualquer programa humorístico da TV aberta brasileira, as referências locais são 90% do conteúdo. Como você explicaria cada piada a alguém que fala inglês e mora fora do Brasil? Essa é a dificuldade do intérprete no Oscar.

Universo cinematográfico

Nesse ponto, entender a referência vai depender de quão cinéfilo é o público. Em uma premiação cinematográfica, nada mais justo que fazer várias referências às personalidades do meio, que vão muito além dos protagonistas, às vezes, conhecidos mundialmente.

Não é para qualquer um decorar a ficha técnica de um filme que ganhou há 10 anos, mas durante a apresentação ou discurso, pode surgir a menção de um roteirista, por exemplo. 

O mundo dos famosos… estadunidenses

De novo, por mais globalizada e acessíveis que as informações sejam hoje em dia, não dá para acompanhar o mundo das celebridades de outros país. É muito mais natural você saber de uma fofoca dos famosos brasileiros sem correr atrás da informação: vendo a capa de uma revista na banca, zapeando os canais da TV, jogando papo fora em um fila.

Isso acontece em todos os lugares e é uma ótima fonte de piadas para os redatores da premiação.

Tudo isso transformado em: piadas e trocadilhos

Se você já acompanhou a transmissão do Oscar, em algum momento se perguntou do que a plateia estava rindo. Bom, é justamente isso: a piada tem graça para eles porque faz parte do seu dia a dia. 

Para um intérprete, é muito difícil traduzir o que está sendo dito e ainda ter que contextualizar a piada ou trocadilho. Muitas vezes, chegam a ser “intraduzíveis”, no sentido de o que eles podem dizer em uma palavra, nós precisamos de uma frase ou vice-versa. Pensar em uma interpretação equivalente que também faça rir é, muitas vezes, uma tradução impossível em um momento tão curto. Na tradução escrita, por exemplo, o profissional tem tempo para pesquisar e estudar. Na tradução simultânea tudo acontece em um piscar de olhos. 

Equipamento de tradução simultânea

Por último, mas não menos importante, é válido alertamos sobre a qualidade do equipamento de tradução simultânea e isso serve para todo tipo de evento. Equipamentos ruins podem atrapalhar a comunicação do evento porque a plateia e/ou os intérpretes não entenderão o que está sendo passado. 

Um equipamento ruim entrega o áudio com interferências ou não faz o abafamento necessário para não atrapalhar o intérprete. Por isso, a hora de contratar um intérprete, certifique-se da qualidade do seu equipamento. 

Conheça a Tradinter

A Tradinter fornece tudo o que você precisa para realizar a interpretação simultânea do seu evento: equipamentos de qualidade e profissionais experientes.

Desde 2005, a Tradinter trabalha com tradução simultânea em São Paulo, com presença no Porto de Santos também. Atuamos com profissionais que possuem mais de 20 anos de experiência, oferecendo tradução simultânea e consecutiva em português, inglês, espanhol e francês. E tradução escrita em italiano, português, inglês, espanhol e francês. Em eventos com tradução simultânea, disponibilizamos equipamentos para atender essa especialidade.

A Tradinter oferece todos os serviços que você precisa em único lugar, conte com nossos intérpretes experientes e os melhores equipamentos, seja no setor público ou privado. Possuímos o certificado da “International Association of Professional Translators and Interpreters”.

Entre em contato conosco

Fale pelos telefones (11) 3828-0987 (13) 99726-1464 ou mande-nos uma mensagem pelo WhatsApp ou pelo e-mail.


A Tradinter atua com tradução simultânea em São Paulo e Santos, bem como tradução consecutiva e escrita. Unindo intérpretes, com mais de 20 anos de experiência, e equipamentos de tradução simultânea de ponta.


Gostou? Compartilhe!

(11) 3828-0987